PORTALGEEK

Arte, ciência e tecnologia




A Nasa mantém um perfil no Flickr com algumas imagens do seu acervo que são livres de direitos autorais. Uma parte importante da história da humanidade e da exploração espacial estão guardadas nestas fotos.








Morte e Vida Severina é um livro de poema dramático escrito em 1955 por João Cabral de Melo Neto, um dos grandes nomes da nossa literatura. A obra, que tem como subtítulo “Alto de Natal Pernambucano”, basicamente relata a trajetória do retirante Severino do sertão ao litoral em busca de melhores condições de vida.








The Joy of Books é um time lapse incrível feito pelo artista Sean Ohlenkamp na livraria Type Books em Toronto no Canada.













O museu da BMW em Munique abriga uma interessante escultura cinética, ou seja, uma estrutura mutável que explora efeitos visuais por meio de movimentos físicos. O projeto foi desenvolvido pela ART+COM e utiliza 714 esferas de metal, sendo cada uma presa individualmente a um motor de passo por um fio de aço.








A luz infra-vermelha é invisível ao olho humano, porem é captada pelas lentes das cameras. Utilizando-se disto, o artista Chris Shen criou um televisão feita inteiramente com controles remotos velhos. Ele organizou 625 controles remotos e os configurou de modo que cada um funcionasse como um pixel para uma televisão. Com isto ele criou um televisão invisível a olho nu.








O Edifício Torre Gate, em Osaka no Japão é uma torre de 16 pavimentos e, entre o quinto e o sétimo andar é cortado por uma rodovia que o atravessa dentro de um túnel. A rodovia não faz contato com o prédio, e uma estrutura em torno da rodovia mantém o ruído e vibração para fora.













O artista e engenheiro Chris Marion, após ler sobre bolas de fogo com propano, teve a ideia de unir música e fogo para criar efeitos de fogo dinâmicos. Dai nasceu o Fire Hero. Ele construiu 3 versões, utilizando o controle do jogo Guitar Hero e uma guitarra real para controlar as chamas.








MORE é um curta-metragem escrito, dirigido e filmado em 1998 por Mark Osborne. Com um clima pesado, o curta conta a história de um inventor que vive num mundo monótono, sombrio e desumanizado e trabalha como operário numa industria de produtos para felicidade artificial.








Os artistas e designers David Paliwoda e Jesse Williams criaram um site que ilustra a Terra, a Lua e Marte em pixels e simula uma viagem entre eles.